Dúvidas

Exames e
Serviços
Diferenciados

Agendamentos
com maior
comodidade

Sempre uma
unidade
perto de você

Tire dúvidas
com nossos
médicos

Fale com nosso
atendimento
online

Dúvidas

Tire suas dúvidas

1 - Quanto tempo antes do exame devo chegar na clínica ?

RESPOSTA:
O paciente deve chegar na clínica 20 minutos antes do horário previsto para o atendimento.

2 - O que é Contraste? Qual a sua Importância?

RESPOSTA:
Contraste é uma substância que permite a melhor visualização de certos tecidos ou do sangue. Ele é, em muitos casos, fundamental para uma boa avaliação radiológica. O contraste geralmente utilizado em tomografia é o iodado, e na ressonância magnética é o gadolíneo.

Eventos fatais decorrentes de alergia ao meio de contraste dos exames radiológicos são extremamente raros. Um estudo demonstrou que dirigir um carro é mais perigoso que ser exposto a contraste. No entanto, alergia ao contraste é motivo de constante preocupação dos médicos da CTR.

Pessoas alérgicas podem fazer um preparo antialérgico que não elimina, mas minimiza o risco de alergia. Seu médico pode indicar esse preparo, ou o assistente de marcação da CTR, no momento de sua marcação, passará sua história a algum médico da clínica e este decidirá se recomenda ou não o preparo. Ao marcar, não se esqueça de destacar seu histórico de alergias.

.

3 - Tenho Alergia, posso fazer o exame?

RESPOSTA:
A história de alergia deve ser relatada na hora da marcação do exame, para que o atendente entre em contato com um médico da CTR, que irá orientar cada caso individualmente.

4 - Devo fazer JeJum?

RESPOSTA:
O jejum é necessário sempre que houver a possibilidade de administração do meio de contraste ou em alguns outros casos específicos. No momento da marcação, você será informado sobre todos os procedimentos a serem seguidos antes de ser submetido ao exame.
Apesar do jejum, meio copo de água para a ingestão dos medicamentos usuais é permitido.

5 - Como faço pra acessar meu laudo pela internet ?

RESPOSTA:
Para acessar seu laudo, é preciso ter em mãos o protocolo de entrega. Nele, constam o número do identificador e senha necessários para o acesso. Normalmente, os laudos ficam disponíveis no dia agendado.

6 - Devo conseguir autorização antes de realizar meu exame?

RESPOSTA:
Esta obrigatoriedade varia de acordo com o exame e com o seu convênio. Entre em contato com nossa central de atendimento pelo telefone ou por chat online para determinar se a pré-autorização é necessária.

7 - Por que é necessário apresentar resultados anteriores de exames de imagem?

RESPOSTA:
O radiologista utiliza os exames anteriores para comparação com os resultados atuais e elaboração de um laudo mais completo, que pode fornecer informações referentes à evolução de alguma doença. Por outro lado, se, no exame atual, surgir alguma alteração, é possível a comparação com exames anteriores para confirmar a agressividade do processo. A análise conjunta dos exames anteriores com os atuais complementa o estudo do caso pelo radiologista. Quando os exames anteriores não são apresentados no dia da realização do exame, o radiologista pode solicitar que os mesmos sejam enviados para análise comparativa posteriormente. Porém, em geral, esta alternativa pode gerar maior ansiedade nos clientes.

8 - Silicone nas mamas interfere na mamografia ?

RESPOSTA:
Não diretamente. A alta densidade do silicone pode, eventualmente, sobrepor-se a alguma lesão mamária, impedindo o seu diagnóstico. Porém, essa possibilidade é remota e sempre é analisada pelo médico que solicitou o exame.

9 - Água "Quebra" o Jejum?

RESPOSTA:
Não. Mas convém tomá-la com moderação. O excesso interfere nos exames de urina. Se seu exame envolve algum tipo de anestésico, você não poderá beber água.

10 - Até aspirina altera resultados de exames?

RESPOSTA:
Com certeza. Aspirina é o nome popular do ácido acetilsalicílico. Ela está presente em muitos analgésicos e antitérmicos, tais como AAS, Buferin, Doril, Melhoral, Aspirina Forte, Cibalena, Doloxene-A e Aspirina C. Mas também em antiácidos (Alka-Seltzer e Engov), onde está associada a outras substâncias farmacológicas. Por isso, guarde bem: todos os remédios com ácido acetilsalicílico interferem nos exames de coagulação do sangue. Em altas doses, podem diminuir os valores totais de tiroxina ou T4, um dos hormônios da tiróide.